ESTAÇÃO

A Estação Maria de Fé, na cidade natal do designer mineiro, inspira esta delicada criação que faz parte da linha Egrégora, lançada com exclusividade pela dpot.
“Trilhos que transpassam caminhos, vencem distâncias e encontram morada: Estação Maria da Fé.” É assim que o designer mineiro Domingos Tótora fala sobre a inspiração para este banco que integra a linha Egrégora, criada por ele em parceria com o arquiteto e urbanista alagoano Rodrigo Ambrosio.
Fabricado artesanalmente com papel Kraft reciclado – material de eleição de Tótora – e metal, o banco Estação é uma das peças da coleção que une a maturidade do trabalho do designer mineiro, com suas peças que desafiam a fronteira entre a arte e o design, e a contemporaneidade da linguagem de Ambrosio.
Composta por sete peças – três bancos (Estação, Estrada e Sedimentos), duas poltronas (Sesmaria e Mantiqueira) e duas luminárias (Fenda e Arqueus) –, a Egrégora foi criada a quatro mãos, durante as muitas visitas de Ambrosio a Maria da Fé, cidade natal de Tótora.
A inspiração para dar vida a peças delicadas e poéticas é um cenário para lá de familiar ao designer mineiro: a paisagem e a vida na Serra da Mantiqueira. “De certo modo, é uma continuidade do meu percurso acrescido da experiência conceitual do Rodrigo”, diz. “O fio-condutor é o solo, a terra, tudo o que remete ao chão, além do relevo e das formas orgânicas.”

Medidas Altura: 45 cm Largura: 49 cm Profundidade: 41 cm
MATERIAIS E ACABAMENTO Papel Kraft reciclado e aço carbono.
Observação: Imagem ilustrativa.